Notícias

XP Commodities - Acompanhamento diário do mercado de boi (13/12)

Em São Paulo, mercado do boi gordo permanece estudado, porém, com fluxo decrescente. As compras significativas das últimas semanas permitiram que parte dos frigoríficos voltem a testar as referências de balcão, instaurando uma “queda de braço”. Até o momento, a estratégia obteve pouco sucesso e as negociações se arrastam. Isto porque, pecuaristas aproveitam o período mais um pouco menos chuvoso e mais demandado (final de ano) para galgar preços. A amostra da XP indica R$ 148,73/@ à vista e livre do Funrural (1,5%), alta de R$ 0,15/@. As escalas atendem 5,7 dias úteis para as grandes indústrias e 5,4 dias para as pequenas e médias, sendo que muitas se aproximam de completar o abate de dezembro. Alertamos que parte dos frigoríficos não abaterão de 23 a 26. No atacado, agentes elevam as pedidas pelo boi casado para repassar as altas da arroba e manter a margem de lucro, visto que o período de natal e festas favorece. O quarto traseiro apresenta bom fluxo, enquanto a P.A engrena e o dianteiro patina. O boi casado é comercializado a R$ 10,15/kg, alta de R$ 0,04/kg. No varejo, cortes de primeira seguem bem demandados.

Área restrita

Entre em contato

Receber newsletter


Copyright 2013 Coan Consultoria